Bolsa Diogo de Sant'Ana

Filho de mãe solteira e morador da periferia de São Paulo (mais especificamente do Socorro, como ele gostava de lembrar), Diogo de Sant’Ana se graduou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Durante a graduação e depois dela, se envolveu de forma profunda com lutas por direitos sociais. Trabalhou nas três esferas de governo (municipal, estadual e federal), tanto no âmbito legislativo como no executivo, tendo exercido diversas funções de liderança junto à Presidência da República do Brasil, inclusive sendo secretário executivo da Secretaria Geral da Presidência. Teve papel decisivo na revisão do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, na elaboração e implementação de políticas de desenvolvimento sustentável, e na elaboração da posição brasileiras sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs).

Foi visiting scholar na Columbia Law School, doutor em Direito Econômico pela USP, e mestre em administração pública pela Kennedy School de Harvard. Desde 2018, era professor do Instituto Brasiliense de Direito Publico.

 

Diogo também era entusiasta do samba e do Corinthians, pai da Gabriela e do Caetano. Nos últimos anos, trabalhou liderando a área de terceiro setor e negócios de impacto no escritório VMCA.

A bolsa Diogo de Sant’Ana foi criada pelo PPDA para honrar a memória e principalmente para dar continuidade aos projetos que Diogo tanto acreditava. A cabeça pensa onde os pés pisam, como diria Frei Betto e como Diogo gostava de repetir. Alunas e alunos contemplados com essa bolsa serão sempre pessoas pretas, de baixa renda e que pretendam se dedicar ao tema que Diogo sempre entendeu ser o mais importante: superar a pobreza e lutar contra as desigualdades.